Prova de Cinco Balizas

REGULAMENTO DA PROVA DAS CINCO BALIZAS DO CAVALO CAMPEIRO

SUMÁRIO

 

  1. Apresentação ……………………………………………………………………………. 36
  2. Inscrições …………………………………………………………………………………. 36
  3. Descrição da Prova ……………………………………………………………………. 37
  4. Classificação …………………………………………………………………………….. 38
  5. Julgamento ……………………………………………………………………………….. 39
  6. Penalidades ………………………………………………………………………………. 40
  7. Desclassificação ………………………………………………………………………… 40
  8. Mapa Explicativo e de Montagem da Pista ……………………………………. 41

9.   Modelo da Planilha do Árbitro ……………………………………………………… 42

10.Modelo da Planilha do Mesário ……………………………………………………. 43

11.Modelo da Ficha de Inscrição ………………………………………………………. 44

12.Modelo do Termo de Compromisso e Responsabilidade …………………. 45

1. Apresentação

A prova das cinco balizas da raça Cavalo Campeiro tem por objetivo demonstrar a habilidade e docilidade que é peculiar a raça, realçar a residência e rusticidade do animal, bem como a destreza do cavaleiro ao conduzir o “Marchador das Araucárias” através de obstáculos; cuja intenção, também é de divulgar a raça.

2. Inscrições

2.1. Somente serão realizadas inscrições de animais que estejam devidamente registrados na Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Campeiros.

2.2. No ato da inscrição o competidor deverá apresentar o Certificado Original de registro do animal e Carteira de Identidade do Cavaleiro, juntamente com as respectivas cópias (xerox).

2.3. Cada competidor poderá participar das competições com até 2 (dois) diferentes animais, devendo escolher entre um deles, se obtiver os dois animais classificados para a última etapa (final).

2.4. As inscrições deverão ser quitadas no ato de sua realização, cujo valor será decidido pela diretoria, e devidamente divulgado antes de cada competição/evento.

2.5. Os cavaleiros serão distribuídos nas categorias masculina e feminina, que seguirão a seguinte ordem:

2.5.1. Categoria Infantil: Cavaleiros com até 12 anos.

2.5.2. Categoria Juvenil: Cavaleiros de 13 a 17 anos.

2.5.3. Categoria Adulta: Cavaleiros acima de 18 anos.

2.6. No ato das inscrições o competidor e/ou seu responsável legal (quando menor de idade), deverá assinar os termos de responsabilidade e de compromisso, para a participação em competições oficiais.

3. Descrição da Prova

Antes do início das competições, realizar-se-á uma reunião entre todos os competidores e o juiz, para o esclarecimento acerca do que será considerado ato de crueldade com o animal durante a prova. O não comparecimento do competidor nesta reunião, implicará em aceitação e ciência total das decisões tomadas entre o juiz e os demais competidores.

A prova das cinco balizas do Cavalo Campeiro é composta das seguintes etapas:

3.1. Ponto de partida: Os cavaleiros, postados em dupla, iniciam a prova na bandeira do ponto de partida, com a cabeça do animal atrás da linha da bandeira, cada competidor em sua pista. A prova tem início com o aceno da bandeira após a contagem de 3 (três) segundos do juiz da prova.

3.2. Primeira corrida: Após a largada, segue-se uma corrida pelo lado externo da pista (margeando as balizas) até chegar na última (quinta) baliza.

3.3. Contorno das balizas 1: Segue-se a prova, costurando a quinta e a quarta baliza e dando uma volta completa (360º) na terceira baliza, costura simples da segunda baliza e retorno pela primeira baliza.

3.4. Contorno das balizas 2: Retorna-se com a mesma sequencia de costura feita anteriormente: costura simples da segunda baliza, volta completa da terceira baliza (360º), costura simples da quarta e quinta balizas.

3.5. Segunda Corrida: Logo após a realização da costura da quinta baliza, o cavaleiro deve fazer uma nova corrida pelo lado interno da pista até o ponto de chegada.

3.6. Chegada: O cronômetro deve ser parado/travado quando o cavaleiro cruzar a linha de chegada.


4. Classificação

4.1. Primeira etapaTomada de tempo:

Consiste na realização do percurso por todos os competidores individualmente, para a tomada de tempo e formação das duplas. As duplas serão formadas pela classificação dos tempos, obedecendo a seguinte ordem: o cavaleiro que obtiver o primeiro melhor tempo, disputará a próxima etapa com o cavaleiro que obtiver o último melhor tempo; o cavaleiro que obtiver o segundo melhor tempo, disputará a próxima etapa com o cavaleiro do penúltimo melhor tempo e assim sucessivamente.

4.2. Segunda etapaClassificatória:

Nesta etapa, todos os cavaleiros competirão, seguindo a disposição assumida na primeira etapa. Será classificada para a próxima etapa, a metade dos competidores da etapa anterior (acrescido de mais um em caso de número ímpar de competidores inscritos), que obtiverem os melhores tempos.

4.3. Demais etapasEliminatórias:

A cada etapa subsequente será classificada a metade dos competidores que obtiverem o melhor tempo (acrescido de mais um, em caso de número ímpar de competidores inscritos), até que restem quatro classificados que disputarão a etapa final.

4.4. Etapa final:

Esta etapa consiste em disputa direta de 3º (terceiro) e 4º (quarto) lugares, entre os cavaleiros que obtiverem o terceiro e o quarto melhores tempos na etapa anterior; e disputa direta de 1º (primeiro) e 2º (segundo) lugares, entre os cavaleiros que obtiverem o segundo e o primeiro melhores tempos na etapa anterior. Na etapa anterior o participante que classificou 2 (dois) animais, deverá escolher apenas um deles, para disputar esta etapa; sendo assim, os demais classificados em posições inferiores, subirão uma posição.

5. Julgamento

5.1. A prova será julgada pelos critérios estabelecidos neste regulamento.

5.2. A competição será conduzida por um juiz, dois árbitros, dois cronometristas e três mesários.

5.3. Ao juiz caberá:

5.3.1. Iniciar a prova;

5.3.2. Julgar casos omissos ao regulamento;

5.3.3. Decidir antes de cada competição, o que será considerado ato de crueldade com o animal e comunicar os competidores durante a reunião;

5.3.4. Divulgar os resultados.

5.4. Aos árbitros caberá:

5.4.1. Anotar em planilha própria as infrações cometidas pelo competidor durante a competição;

5.4.2. Levar a planilha aos mesários ao final de cada apresentação;

5.5. Aos cronometristas caberá:

5.5.1. Cronometrar o tempo do cavaleiro referente a sua pista, sem interrupção do Cronômetro, desde o comando de início dado pelo juiz, até que o competidor cruze a linha de chegada.

5.5.2. Informar aos mesários o tempo de cada competidor.

5.6. Aos mesários caberá:

5.6.1. Calcular a classificação dos competidores, acrescentando ao tempo total fornecido pelos cronometristas, as infrações anotadas nas planilhas dos árbitros;

5.6.2. Informar ao juiz os resultados para posterior divulgação.

6. Penalidades

Sofrerá penalidade de 5 (cinco) segundos de acréscimo no total do tempo da competição, o competidor que derrubar qualquer baliza da prova, inclusive a baliza do ponto de partida/chegada.

7. Desclassificação

O concorrente será desclassificado se:

7.1. Exercer qualquer ato de crueldade, previsto no item 5.3.4. do regulamento;

7.2. For constatado, através de exame específico, o dopping, tanto do animal quanto do cavaleiro;

7.3. Receber ajuda externa, por parte de terceiros, com exceção para casos de queda;

7.4. Obstruir propositadamente, a passagem do outro concorrente;

7.5. Será desclassificado o competidor que agir com atitudes anti-esportivas;

7.6. O competidor que não comparecer para a realização da prova quando solicitado, será automaticamente desclassificado;

7.7. Será eliminado o participante que segurar a baliza para que a mesma não caia.

 

OBS.: Iniciada a prova, o concorrente deverá SEMPRE terminar o percurso, mesmo que sem chance de vitória, exceto, nos casos que coloquem em risco a saúde do cavaleiro ou do animal.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *